Posts Marcados Museu

Recitais de piano: MuBE fechará o ano com chave de ouro

ist2_980950-golden-keyO MuBE – Museu Brasileiro da Escultura preparou uma programação especial de fim de ano para celebrar o sucesso da temporada do “Música no MuBE”, projeto que há dez anos é uma das opções culturais da cidade de São Paulo. Neste domingo, dia 21 de dezembro, o Auditório Pedro Piva do museu receberá os consagrados pianistas Luiz Guilherme Pozzi e Alfredo Abbati, que dedilharão clássicos de Tchaikovsky e Liszt. Coordenado por Dulce Cupolo, o evento promete encerrar o ano em grande estilo, contando inclusive com a presença maciça do público. Com início às 16 horas, o projeto “Música no MuBE” é realizado na sede do MuBE, localizado à Rua Alemanha, 221, Jardim Europa.

Programa:
Franz Liszt
 – Rapsodie Espagnole S.254
   Lento / Alegro Moderato (Folies d’Espagne) / Allegro (La Jota Aragonesa)
 
Piotr Tchaikovsky
– Concerto Nº 1 Op. 23
I – Allegro non troppo e molto maestoso – Allegro con spirito /   II – Andantino semplice – Prestissimo
 III – Allegro con fuoco
 
Piano I : Luiz Guilherme Pozzi
 
Piano II : Alfredo Abbati (Tchaikovsky)

Sobre os artistas
Luiz Guilherme Pozzi é um dos pianistas mais talentosos da nova geração, Luiz Guilherme Pozzi nasceu em Cornélio Procópio, no Paraná, em 1979. Começou a estudar piano tardiamente, somente aos 12 anos, mas desde o princípio mostrou que teria um futuro promissor. Já ganhou mais de 10 concursos brasileiros, dentre eles o Bach (2001) e o “Grande Concurso Guiomar Novaes (2002), em São Paulo. Ele apresenta uma carreira intensa, não só como pianista recitalista, camerista e solista de orquestra, mas também como participante em Festivais de Música e cursos públicos / Master-Classes, tendo a oportunidade de receber a orientação de vários professores e pianistas de renome internacional, tais como: Homero de Magalhães, Henriqueta Duarte, Leilah Paiva, Roberto Domingos, Ana Yarovaja, Alexander Mndoyants, Heitor Alimonda, Miguel Proença,  Sontraud Speidel, Marco Antonio de Almeida, Mordehai Simoni,  Gilberto Tinetti, entre outros.

Alfredo Abbati iniciou seus estudos de piano aos sete anos. De intensa atividade musical, participou de masterclasses com Richard Bishop, Menahem Presler, Arnaldo Cohen, Caio Pagano, Gilberto Tinetti, entre outros.  Como solista, Abbati atuou frente à “Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo” e da “Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo”, além de  tocar junto  ao flautista  norte-americano Keith Underwood. Dentre os diversos prêmios conquistados, destacam-se o 1º Lugar no Concurso de Música de Câmara do CEM Tom Jobim, em 2006; 1º lugar no Concurso Jovens Solistas da “Banda Sinfônica do Estado de São Paulo” em 2005; e o 2º Lugar no Concurso Jovens Solistas da “Orquestra Jovem do Estado de São Paulo” em 2006.

Serviço:
“Música no MuBE” – Apresentação pianistas Luiz Guilherme Pozzi e Alfredo Abbati  – Dia 21 de dezembro (domingo), às 16 horas – Direção: Dulce Cupolo – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Direção: Dulce Cupolo  – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa – Informações: (11) 2594-2601 – Abertura da bilheteria às 15 horas – Ingressos: R$ 20,00 (estudantes e terceira idade R$ 10,00) – Possui: acesso para pessoas com deficiência; serviço de manobristas e restaurante no local.

, , , , , ,

Deixe um comentário

“Música no MuBE” terá pianista Ednaldo Borba

piano20002O projeto “Música no MuBE” receberá neste domingo, dia 14 de dezembro, o talentoso pianista Ednaldo Borba. Ele tocará clássicos de Debussy, Prokofieff, entre outros, no Auditório Pedro Piva do Museu Brasileiro da Escultura. 

Apresentação terá início às 16 horas, sob coordenação de Dulce Cupolo. Confira abaixo o programa. 

Programa:
F.Mendelssohn – Rondo Capriccioso Op. 14
C.Debussy – L’Isle Joyeuse
E. Villani-Côrtes – Série Brasileira Op. 8
S. Prokofieff – Sonata No. 7 Op. 83

Sobre o artista
O carioca Ednaldo Borba iniciou seus estudos em 2003, e concluiu o bacharelado em Piano na classe da Profª. Idis Benício. Já se apresentou em recitais como camerista e solista em salas e séries de renome como Sala Cecília Meireles, Auditório da Rádio MEC, Série Música nos Museus, entre outros.
Borba conquistou o Concurso de Piano ArtLivre, na Faixa “Piano e Orquestra”; o Concurso do VI Fórum Internacional de Música Barcelona Ciutat; e o 21º Concurso Nacional de Piano ArtLivre, na Faixa “Tributo”.   

Serviço:
“Música no MuBE” – Recital pianista Ednaldo Borba 
Dia 14 de dezembro (domingo), às 16 horas
Direção: Dulce Cupolo  
MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares
Rua Alemanha, 221, Jardim Europa
Informações: (11) 2594-2601
Abertura da bilheteria às 15 horas
Ingressos: R$ 20,00 (estudantes e terceira idade R$ 10,00)
Possui: acesso para pessoas com deficiência, serviço de manobristas e restaurante no local.

, , , , , ,

Deixe um comentário

“Manifestações 3” mostra obras dos alunos do MuBE

Eles aprendem e, sobretudo, dão uma verdadeira aula de amor e dedicação à arte. Esse envolvimento e integração resultam em belas obras a serem apresentadas pelos alunos dos cursos do MuBE – Museu Brasileiro da Escultura a partir de 11 de dezembro, quinta-feira, quando será inaugurada, às 19 horas, a exposição Manifestações 3, na Pinacoteca do museu.

O acrilico sobre tela intitulado "Natureza Morta"
O acrílico sobre tela intitulado “Natureza Morta”
São 72 trabalhos de aquarela, escultura, pintura, cerâmica, desenho e gravura, desenvolvidos durante as aulas práticas e regulares das Oficinas do MuBE. 

Os curadores da exposição serão os próprios professores da “Escola de Arte”: Anna Ayres, Angela Bassan, Carla Passini, Cirton Genaro, Cris Pomeranz, Denise Barros, João Carlos de Souza, Juliana Naso, Katia Salvany, Luis Bayon, Marlene Stamm, Regina Carmona, Rô Gonçalves, Sandra Neami e Sergio de Moraes. A coordenação é de Eneida Fausto e a direção cultural de Olívio Guedes. “O museu se presta ao chamado da comunicação como aprendizado de viver, a união das classes sociais e a união dos conhecimentos. O museu vive, a arte vive, graças aos neófitos e aos mestres. Este é o ‘lugar’ do museu: realizar os saberes”, afirma o diretor.

A exposição será realizada até 11 de janeiro, na sede do MuBE, localizado na Rua Alemanha, 221, Jardim Europa.         

REABILITAÇÃO

Entre as várias modalidades de cursos, o MuBE criou o Atelier de Arte para Portadores de Deficiência. Esta oficina oferece para as pessoas com limitações físicas a oportunidade de trabalhar as funções motoras por meio da arte reabilitação. 

Além de todos os benefícios culturais, sociais e para a saúde dos alunos, o curso permite a todas as pessoas desenvolverem o seu potencial, independente de suas limitações físicas. Dois exemplos bem-sucedidos são os trabalhos dos alunos Manoel de Carvalho Filho, com a aquarela “Sonhos em Azul”, e Arnaldo Fantinelli, com o acrílico sobre tela “Natureza Morta”, uma releitura de Di Cavalcanti.        

ATENDIMENTO

Ainda em relação à “Escola de Arte”, o MuBE atende escolas particulares e públicas, diversas instituições universitárias, e alunos de cursos de graduação. O museu oferece ainda palestras, seminários e cursos gratuitos.  

A bela aquarela "Sonhos em Azul"
A bela aquarela “Sonhos em Azul”

Serviço: Manifestações 3″ – Exposição com 72 obras
Local: Museu Brasileiro da Escultura (MuBE)
Rua Alemanha, 221, Jardim Europa
Aberto ao público: de 11 de dezembro a 11 de janeiro
Horário: de terça a domingo, das 10 às 19 horas
(o MuBE estará fechado nos dias 25/12 e 01/01)
Informações: (11) 2594-2601
Entrada Franca
O MuBe possui acesso para pessoas com deficiência, restaurante e ar-condicionado.

, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Revelações do Olhar: pintura digital no MuBE

timmre1

Do sul do País direto para a Sala Burle Marx do Museu Brasileiro da Escultura. As obras da artista plástica Liana Timm estarão expostas no MuBE a partir do dia 14 de novembro, em um trabalho de pintura digital. Sua produção combina a técnica manual e a tecnologia, conceito e materialidade, história e contemporaneidade. Por meio de multimídias, ela transpõe sensações e sentimentos. 

Trabalhando desde 1995 com a temática do olhar, Liana desenvolveu as séries Angulações do Olhar, Prazeres do Olhar e agora traz para o público paulistano vinte obras na mostra “Revelações do Olhar”.

A artista trabalha com linguagens multimídias, passa por diversas modalidades artísticas. Liana é formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Arquitetura Habitacional e mestra em Educação pela UFRGS. Além disso, também é designer gráfica, poeta e transita pela arte da cenografia e da produção de eventos culturais.

Mas ela elegeu como atividade primordial seu trabalho nas artes visuais e na literatura. Desde 1969 atua com linguagens bi e tridimensionais. O desenho, a gravura, a pintura e a escultura são algumas das modalidades artísticas desenvolvidas, porém atualmente Liana dedica-se à arte digital, à vídeo-arte e às técnicas mistas em grandes formatos. 

Com entrada gratuita, a mostra será apresentada até o dia 15 de dezembro, de terça a domingo, das 10 às 19 horas. A curadoria é de Jacob Klintowitz.  

Serviço
Exposição “Revelações do Olhar” – Vinte obras de Liana Timm
Local: Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa
Aberto ao público: de 14 de novembro a 15 de dezembro
Horário: de terça a domingo, das 10 às 19 horas
Informações: (11) 2594-2601
Entrada Franca
O MuBe possui acesso para pessoas com deficiência, restaurante e ar-condicionado.

         timmre4

, , , , , ,

Deixe um comentário

Recital no MuBE traz o pianista Felipe Martin

events1081O projeto “Música no MuBE” receberá no próximo domingo, dia 2 de novembro, o talentoso pianista Felipe Martin. Ele tocará clássicos de Chopin, Beethoven, Bach, Villa Lobos e Schumann, no Auditório Pedro Piva do Museu Brasileiro da Escultura. A apresentação terá início às 16 horas, sob coordenação de Dulce Cupolo. Confira abaixo o programa. 

Programa:
J. S. Bach – Toccata em Mi menor, BWV 914
H. Villa Lobos – Prelúdio das Bachianas nº 4
L. V. Beethoven – Sonata op. 78 (à Thérèse) / – Adagio cantábile / – Allegro ma non troppo / – Allegro vivace
(intervalo)
R. Schumann – Papillons op. 2
F. Chopin – Noturno op. 27, nº 2 / – Balada nº 3, op. 47
 
Sobre o artista
Felipe Martin iniciou seus estudos musicais aos sete anos de idade, orientado pela professora Cláudia Elena Siste, na tradicional Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Desde então, ele tem participado de diversos festivais, como o Festival Música nas Montanhas (Poços de Caldas-MG), Festival Internacional de Londrina-PR e o Festival de Piano de Maringá-PR. Conquistou também as primeiras colocações em alguns concursos (1º lugar no I Concurso Nacional de São Caetano do Sul/SP e 2º no VII Concurso Maestro Spartacco Rossi – Tatuí/SP).

Serviço:
“Música no MuBE” – Recital pianista Felipe Martin
Dia 2 de novembro (domingo),  às 16 horas
Direção: Dulce Cupolo
MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares
Rua Alemanha, 221, Jardim Europa
Informações: (11) 2594-2601
Abertura da bilheteria às 15 horas
Ingressos: R$ 20,00 (estudantes e terceira idade R$ 10,00)
Possui: acesso para pessoas com deficiência, serviço de manobristas e restaurante no local

, , , , ,

Deixe um comentário