Posts Marcados MuBE

Exposição de fotos aéreas no MuBE traz a beleza da natureza italiana

DSC01567 2A bordo de um helicóptero, Kika Lerner clicou a vegetação de Roma e da ilha de Capri

Mamma Mia! Parte da vegetação italiana, das regiões de Roma e da ilha de Capri, será apresentada em ângulos bem interessantes no MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – a partir do próximo dia 12 (Vernissage no dia 11, às 20 horas, para convidados). É que Kika Lerner, a bordo de um helicóptero, fez imagens aéreas do que mais gosta de clicar: a natureza. São florestas, campos, plantações, e muito verde. Um colorido predominantemente verde e amarelo que, segundo Lerner, remete ao Brasil.
 
Ela fez uso da câmera em todo o trajeto, que teve duração de duas horas. “Eu não vi com os olhos, só com a câmera. Foi um êxtase, e eu não parava de clicar. Fui surpreendida pela beleza dessa região”, afirma. Lerner selecionou 24 fotos, que passaram por um processo de saturação das cores especialmente para a exposição.        

Apesar de não ser profissional da área – é formada em moda e decoração – a paulistana tem boa experiência porque sempre gostou muito de fotografar e, desta vez, resolveu ir além dos álbuns pessoais para compartilhar suas imagens com o público.

A mostra terá curadoria de Marta Putz e será realizada na sala Burle Marx do museu. Ela já foi apresentada na Flip e na Casa Galeria Café, em São Paulo, e em Parati, no Rio de Janeiro.

Serviço: Exposição das fotos de Kika Lerner – Local: MuBE – Museu Brasileiro da Escultura (sala Burle Marx)  – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa  Aberto ao público: de 12 a 22 de novembro (Vernissage dia 11, às 20 horas, para convidados) Horário: de terça a domingo, das 10 às 19 horas – Informações: (11) 2594-2601 -Entrada Franca

O MuBE possui acesso para pessoas com deficiência, restaurante e ar-condicionado

Anúncios

, ,

Deixe um comentário

MuBE abre gratuitamente suas oficinas de arte na quarta-feira, dia 3

8950357_1No próximo dia 3 de junho, quarta-feira, o Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) vai abrir gratuitamente suas Oficinas de Arte. Durante o dia inteiro, os interessados podem participar dos mais variados cursos oferecidos regularmente pela entidade como: pintura, escultura, arte inclusão, cerâmica, entre outros. As oficinas são ministradas por artistas reconhecidos no meio cultural e é uma oportunidade dos interessados conhecerem as diversas linguagens artísticas.

A proposta da aula aberta é divulgar e apresentar cada uma das expressões artísticas, as técnicas e materiais utilizados, além da possibilidade o exercício da criatividade, bem como a prática o talento individual. A participação é gratuita mediante inscrição, que pode ser feita pelo telefone 2594-2601, com Eneida.

Sobre as Oficinas
Os ateliês oficina do MuBE oferecem cursos e workshops nas diversas mídias e linguagens das artes visuais, ministrado por artistas plásticos, críticos e historiadores da arte, profissionais reconhecidos no contexto da produção da arte contemporânea e no meio acadêmico. Mais de 3.500 jovens e adolescentes foram atendidos por seus programas de caráter social voltados à pintura, escultura, desenho, aquarela e história da arte, com 200 bolsas de estudo/ano.

Seu objetivo é o de divulgar a arte contemporânea através de orientações de cursos, projetos, debates de temas voltados às artes plásticas. Alunos de nível básico, e mesmo aqueles com trabalhos avançados, tornam-se orientandos de artistas consagrados, que transmitem um maior contato e análise crítica da compreensão da arte, tornando seu olhar mais apurado para a linguagem conceitual. As oficinas proporcionam orientação dirigida aos interesses individuais de cada aluno, oferecendo suporte, abrindo caminhos para aqueles que querem desenvolver um trabalho mais aprofundado e ter maior contato com a linguagem escolhida seja escultura, pintura, instalação, fotografia, do desenho, design, entre outros.

inclusao_2

Serviço: Aulas Abertas de Arte no MuBE – Pintura, Escultura, Cerâmica, Arte Inclusão entre outros |Dia 3 de junho (quarta-feira), das 9 às 18 horas | Evento gratuito, mediante inscrição antecipada | Inscrições pelo telefone: (11) 2594-2601 | MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) | Rua Alemanha, 221, Jardim Europa | Possui: acesso para pessoas com deficiência e restaurante no local

, ,

Deixe um comentário

Dueto de clarinete e piano no MuBE

A clarinetista Juliana Simoni e a pianista Rubia Victoria se apresentarão no MuBE

A clarinetista Juliana Simoni e a pianista Rubia Victoria se apresentarão no MuBE

O projeto “Música no MuBE” receberá, no próximo dia 8 de fevereiro, a dupla formada pela clarinetista Juliana Simoni e pela pianista Rubia Victoria, que apresentará peças de Chopin, Schumann e Brahms, a partir das 16 horas, no Auditório Pedro Piva do museu.
 
Os recitais do MuBE – Museu Brasileiro da Escultura ocorrem sempre aos domingos e têm a coordenação de Dulce Cupolo. Confira a programação:

Programa 
F. Chopin – Estudo op. 25 nº 1 /  Estudo op. 10 nº 8 / Scherzo nº 1
R. Schumann – Variações sobre o nome “ABEGG” op. 1
J. Brahms – Sonata para clarinete e piano op. 120 nº 2
I –  Allegro amabile / II –  Alegro apassionato / III – Andante com moto – Allegro.      

Sobre as artistas

Rubia Victoria iniciou seus estudos de piano aos três anos de idade, com sua mãe, Gislene Victoria. Estudou com os professores Rosa Tolón, Fernando Paluan, Glaucio Munduruca e Antonio Bezzan. Em 2006, ingressou na UNICAMP, a princípio sob orientação de Eduardo Garcia e, desde 2007, é aluna da professora Maria José Carrasqueira. Foi premiada em concursos nacionais no Estado de São Paulo, dentre eles:  “Art Livre” (3º lugar), “Souza Lima” (2º lugar), “Cidade de Araçatuba” (1º lugar) e participou do “Primer Concurso de Maracaibo”, na Venezuela.
 
Como solista, ela se apresentou perante a Orquestra Sinfônica da Universidade do Sagrado Coração, sob regência do Dr. Marcos Virmond, e também a Orquestra Sinfônica da Unicamp, sob regência do Prof° Dr. Carlos Fiorini.

Juliana Simoni iniciou os estudos no projeto Unibanda, da Unicamp, onde foi aluna de Luis Nivaldo Orsi. Cursa o terceiro ano da graduação em Música, bacharelado em Clarinete Erudito da Unicamp, onde tem tocado em programas da Orquestra da própria universidade.
 
Há três anos é aluna de Edmilson Nery. Participou de diversos festivais, tendo aulas com Luis Afonso Montanha, Cristiano Alves, Giuliano Rosas e José Botelho.

Serviço: “Música no MuBE” – Apresentação pianista Rubia Victoria e clarinetista Juliana Simoni – Dia 8 de fevereiro (domingo), às 16 horas – Direção: Dulce Cupolo – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa – Informações: (11) 2594-2601 – Abertura da bilheteria às 15 horas. Ingressos: R$ 20,00 (estudantes e terceira idade R$ 10,00)

Possui: acesso para pessoas com deficiência; serviço de manobristas e restaurante no local.

,

Deixe um comentário

De tão alvas, quase almas: os desenhos de Bel Barcellos no MuBE

Desenho em grafite traz à tona o universo feminino

Desenho em grafite traz à tona o universo feminino

O MuBE – Museu Brasileiro da Escultura traz, de 10 de fevereiro a 11 de março, a exposição “De tão alvas, quase almas”, em que a artista plástica Bel Barcellos explora o universo feminino com desenhos em grafite, feitos sobre panos, papéis e lençóis de linho. Ela faz uma ampla abordagem da temática da mulher, seus conflitos, desejos e espiritualidade.
 
A obra “Encarnadas”, por exemplo, mostra os sacrifícios e rituais, “Desassossego” traz as sensações de angústia e insônia, e o desenho “Corpo Estranho” remete a transes mediúnicos. Os 42 desenhos sobre papel da mostra passaram por um processo de decalque e foram desbotados em tons de marfim e cinza.             
 
A exposição é composta ainda por nove desenhos e bordados sobre grandes lençóis de linho. São imagens esmaecidas de mulheres, ou suas almas, que ficam penduradas no teto e expostas como uma instalação.
   
Barcellos explica seu trabalho: “Há anos trabalho em torno da figura feminina e o universo que permeia esta condição. Muitas vezes uso fotos antigas como referência para os desenhos em papel”, afirma a artista.
 
Essa é a quarta itinerância de “De tão alvas, quase almas”. A mostra passou, com sucesso de público, pelo Rio de Janeiro (Centro Cultural Correios), por Pernambuco (Museu de Arte Contemporânea de Olinda) e Petrópolis (SESC Petrópolis).
 
A curadora da exposição é Sonia Salcedo del Castillo, que comenta as características da artista: “Com técnicas simples somadas ao traçado, também bordado e naturalmente sensível, Bel Barcellos nos faz transitar entre experimentações perceptivas ora lineares, ora pictóricas. E, num lapso de tempo, apreender como resultado figuras leves, por vezes quase em movimento, fluidas, transparentes, mas sobriamente luminosas ou inquietantemente claras.”
 
Sobre a artistaretrato_lencois_12-copy
Bel Barcellos nasceu em Boston, nos Estados Unidos, em 1966. De família brasileira, ela estudou Desenho nos Estados Unidos, na Inglaterra e realizou cursos de Pintura Livre no Rio de Janeiro. Fez mestrado em Artes Cênicas pela University of Hull, da Inglaterra, e bacharelado no mesmo curso, na Uni-Rio, do Rio de Janeiro.
 
A artista já expôs suas obras no Museu de Belas Artes, no Museu da República, no SESC Petrópolis, no Centro de Estudos Brasileiros (Moçambique), entre outros. Barcellos também atuou com figurinos para teatro e televisão. “Talvez venha daí a minha paixão por tecidos e linhas bordadas, que nesta exposição é o suporte e o meio por qual me expresso”, destaca a artista, que mora no Rio de Janeiro.

Serviço: Exposição “De tão alvas, quase almas” – 51 obras de Bel Barcellos – Local: Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) – Rua Alemanha, 221, Jd. Europa – Aberto ao público: de 10 de fevereiro a 11 de março de 2009 – Horário: de terça a domingo, das 10 às 19 horas – Informações: (11) 2594-2601 – Entrada Franca – O MuBe possui acesso para pessoas com deficiência, restaurante e ar-condicionado

, , , , ,

Deixe um comentário

Pianista Ednaldo Borba abre temporada 2009 de recitais do MuBE

pianoO pianista Ednaldo Borba se apresentará no MuBE – Museu Brasileiro da Escultura no próximo dia 4 de janeiro, abrindo a temporada 2009 de recitais do museu, que fazem parte do projeto “Música no MuBE”.
 
O evento terá início às 16 horas, e será realizado no Auditório Pedro Piva. No repertório do músico carioca, estarão obras de Debussy, Brahms, Schubert e Scarlatti.  
 
Coordenado por Dulce Cupolo, o tradicional projeto é realizado sempre aos domingos, à Rua Alemanha, 221, Jardim Europa. Confira abaixo o programa.

Programa:
D. Scarlatti – Duas Sonatas em Mi maior
F. Schubert – Improviso Op. 142 Nº 4 em Fá menor
J. Brahms – Sonata Nº 3 Op. 5 em Fá menor
I – Allegro maestoso / II – Andante espressivo / III – Scherzo: Allegro energico
IV – Intermezzo (Rückblick): Andante molto/ V – Finale: Allegro moderato ma rubato
C. Debussy – L’Isle Joyeuse

Sobre o artista
O carioca Ednaldo Borba iniciou seus estudos em 2003, e concluiu o bacharelado em Piano na classe da Profª. Idis Benício. Já se apresentou em recitais como camerista e solista em salas e séries de renome como Sala Cecília Meireles, Auditório da Rádio MEC, Série Música nos Museus, entre outros. Borba conquistou o Concurso de Piano ArtLivre, na Faixa “Piano e Orquestra”; o Concurso do VI Fórum Internacional de Música Barcelona Ciutat; e o 21º Concurso Nacional de Piano ArtLivre, na Faixa “Tributo”.   

Serviço:
“Música no MuBE” – Apresentação pianista Ednaldo Borba   – Dia 4 de janeiro (domingo), às 16 horas – Direção: Dulce Cupolo  – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa – Informações: (11) 2594-2601 – Abertura da bilheteria às 15 horas – Ingressos: R$ 20,00 (estudantes e terceira idade R$ 10,00) – Possui: acesso para pessoas com deficiência; serviço de manobristas e restaurante no local.

, , , , , ,

Deixe um comentário