Arquivo de outubro \30\UTC 2009

MuBE celebrará o Halloween com filme “Ladrão de Sonhos”

34364360Neste sábado, 31 de outubro, se comemora o “Dia das Bruxas” e o MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – exibirá um filme de aventura que promete muitas emoções aos espectadores. “Ladrão de Sonhos”, longa metragem de 1995, terá início às 19h30, com entrada gratuita. 
 
Nesse conto de fadas moderno, a realidade de um mundo fantástico se torna palpável através de uma cenografia e fotografia cuidadosamente elaboradas, além do figurino estiloso do famoso estilista francês Jean Paul Gaultier. Usar crianças maduras e adultos infantilizados foi uma ideia bem-sucedida dos roteiristas.
 
“Ladrão de Sonhos” será exibido no auditório Pedro Piva do museu. Confira abaixo a sinopse e demais informações.

 31/10, às 19h30
“Ladrão de Sonhos” – Cité des enfants perdus (França, 1995)
 
Direção:  Jean-Pierre Jeunet e Marc Caro. Elenco: Ron Perlman, Daniel Emilfork, Judith Vittet, Dominique Pinon, Jean-Claude Dreyfus. Duração: 108 min.
Gênero: Aventura/Drama/Ficção Científica. Colorido. Classificação etária: 16 anos.
 
Sinopse
Krank envelhece numa nebulosa torre aquática por não poder sonhar. E ele tenta resolver o seu problema sequestrando as crianças das cidades vizinhas para lhes roubar os sonhos.

One, um caçador de baleias, forte como um cavalo, sai em busca de Denree, seu irmão mais novo que foi sequestrado pelos homens de Krank. Com a ajuda da menina Miette, logo eles chegam na cidade das crianças perdidas. Nessa jornada, eles se depararão com os tipos mais esquisitos.

Serviço:
“Cine Clube MuBE” – filme “Ladrão de Sonhos” – Dia 31 de outubro – às 19h30 – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Piva – 192 lugares – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa – Informações: (11) 2594-2601 -Entrada Gratuita – Classificação etária: 16 anos

Possui: acesso para pessoas com deficiência e restaurante no local

Deixe um comentário

Pianista Alvaro Siviero apresentará recital no MuBE

MusicaO MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – oferecerá uma ótima alternativa de entretenimento no primeiro domingo de novembro, dia 1º: é o projeto “Música no MuBE”, que será comandado pelo pianista Alvaro Siviero. Ele tocará composições de Chopin, Lecuona, Piazzolla e Strauss no Auditório Pedro Piva do Museu Brasileiro da Escultura.
 
A apresentação terá início às 16 horas, sob coordenação de Dulce Cupolo. Confira o programa completo:  

Lecuona – Horowitz – Malagueña

Chopin – Prelúdio nº 17 Op28
Balada nº 1 Op23 em sol menor
Grande Valsa Brilhante nº 2 em lá bemol maior
Scherzo nº 2 Op31 em si  bemol  menor

Strauss – Grunfeld – Die Fledermaus

Piazzolla – Libertango

Sobre o artista

1237293381O pianista Alvaro Siviero já se apresentava em público aos sete anos. Com nove, recebeu seu primeiro prêmio: a Medalha de Ouro do Governo do Estado de São Paulo para jovens talentos.
 
Siviero especializou-se na Áustria e acumula passagens pela Alemanha, Portugal, Itália, Inglaterra e Suíça. Músico que participa ativamente do cenário brasileiro como camerista e solista, atuou diante de diversas orquestras nacionais e internacionais, como a London Festival Orchestra, Salzburg Chamber Orchestra, I Musici de Montreal, Russian Virtuosi of Europe, Budapest Chamber Orchestra, entre outras, além das turnês pelo Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, Perú e Estados Unidos.
 
Em 2006, ele foi o primeiro pianista brasileiro selecionado pela Fondazione Wilhelm Kempff, fundada por Wilhelm Kempff, a participar no curso de imersão na obra pianística de Beethoven, em Positano. Já em 2007, Siviero apresentou-se em um concerto exclusivo para o Papa Bento XVI durante sua visita ao Brasil.    

Serviço:
“Música no MuBE” – Recital pianista Alvaro Siviero  – Dia 1 de novembro (domingo), às 16 horas – Direção: Dulce Cupolo  – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa – Informações: (11) 2594-2601 – Abertura da bilheteria às 15 horas – Ingressos: R$ 20,00 (estudantes e terceira idade R$ 10,00)

Possui: acesso para pessoas com deficiência, serviço de manobristas e restaurante

Deixe um comentário

Jovens atendidos pelo Instituto Olga Kos realizarão curso de arte no MuBE

APAE IV (17) (1)O Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, que faz um trabalho voltado às pessoas com deficiência intelectual, firmou uma parceria com o MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – para que dois de seus alunos realizem o curso de arte “Construindo Cores”. Os jovens Vinicius Soares Guimarães, de 24 anos, e Rodrigo Cordeiro de Brito, de 9, desenvolverão uma atividade artística em um ambiente que favorecerá a integração com outras pessoas.               

Eles foram selecionados para o curso após o ótimo desempenho que tiveram na Oficina de Arte realizada pelo Instituto Olga Kos, em parceria com a Casa de Cultura de Santo Amaro, no módulo do artista plástico Gustavo Rosa. “Acreditamos que esta oportunidade possibilitará aos participantes desenvolverem e aprimorarem, ainda mais, as suas capacidades, além de cumprir a missão do instituto que objetiva ampliar o acesso à cultura das pessoas com deficiência intelectual”, afirma Patrícia Zuvia, coordenadora de Projetos e Relações Institucionais do Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural.

No curso, com início nesta quarta-feira, 28 de outubro, Vinicius e Rodrigo fabricarão um número infinito de cores e pintarão utilizando diferentes técnicas e suportes. As aulas, semanais, serão ministradas pela professora Denise Michel. Durante o período de atividades no museu – até 9 de dezembro – os jovens continuarão participando normalmente das Oficinas do Instituto Olga Kos.

Deixe um comentário

A consagrada pianista Eudóxia de Barros se apresentará no MuBE

3930533929_93aa3d6651_oNeste domingo, dia 25, o projeto “Música no MuBE” realizará concerto com a consagrada pianista Eudóxia de Barros. A apresentação faz parte da programação musical erudita, dirigida por Dulce Cupolo, que tem como objetivo aproximar o público da música clássica.
O recital terá peças de Debussy, Bach, Beethoven, Chiquinha Gonzaga, entre outros, e acontecerá às 16 horas no Auditório Pedro Piva do museu.
Confira abaixo a programação.

Programa:
Bach – Fantasia e Fuga em sol menor (transcrição de FRANZ LISZT )                                                                                                         
Beethoven – 6 Variações sobre a Marcha Turca de “ As ruínas de Atenas”
Debussy – La Soirée dans Grenade ( Estampes )
Schumann – Tocata Op. 7
Fernando Cupertino – Tocata (dedicada à Eudóxia de Barros)
Ricardo Tacuchian – Vitrais (dedicada à Eudóxia de Barros)
Osvaldo Lacerda – Estudo nº 8 / Didi (Valsa nº 5, para a mão esquerda)
Camargo Guarnieri – Toada
Ernesto Nazareth – Turuna ( tango)                                      
Zequinha de Abreu – Soluçar de um coração (valsa)
Chiquinha Gonzaga – Gaúcho
Gottschalk – Grande Fantasia Triunfal sobre o Hino Nacional Brasileiro
     
Sobre a artista
Eudoxia de BarrosNatural de São Paulo, Eudóxia de Barros sempre deu especial atenção ao estudo de compositores brasileiros, influenciando o meio artístico nacional. Sua trajetória de estudos abrange aulas com Mathilde Frediani, Karl Heim, Magda Tagliaferro, Nellie Braga, Lina Campos e Roberto Sabbag.
Eudóxia foi premiada com as quase 100 músicas de compositores brasileiros dedicadas a ela, e com a sua eleição, em 1989, para a Academia Brasileira de Música, fundada por Villa-Lobos, ocupando a cadeira nº 14, cujo patrono é Elias Álvares Lobo.
A pianista apresentou-se em várias cidades francesas, suíças, americanas, mexicanas, inglesas e portuguesas, além de Bogotá, Quito, Lima, Assunção, La Paz, Cochabamba, Panamá e Montevidéu. Anualmente, Eudóxia faz de 50 a 60 concertos no Brasil e no exterior.

Serviço:
“Música no MuBE” – Recital pianista Eudóxia de Barros  – Dia 25 de outubro (domingo), às 16 horas – Direção: Dulce Cupolo   – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa – Informações: (11) 2594-2601 – Abertura da bilheteria às 15 horas – Ingressos: R$ 20,00 (estudantes e terceira idade R$ 10,00)

Possui: acesso para pessoas com deficiência, serviço de manobristas e restaurante

1 comentário

Filme “O Sopro do Coração” será exibido no MuBE neste sábado

3No sábado, 24, às 19h30, o MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – exibirá mais um clássico do diretor francês Louis Malle em seu Cine Clube. O filme “O Sopro do Coração” é uma comédia dramática sobre amor e liberdade, que retrata a relação entre mãe e filho (Clara e Laurent Chevalier).
 
Um dos filmes mais polêmicos de Malle, ele traz, com delicadeza, a perda da inocência e o incesto na França da década de 50. Com co-produção francesa, alemã e italiana, “O Sopro do Coração” foi indicado ao Oscar de melhor roteiro, e o diretor Louis Malle, à Palma de Ouro no Festival de Cannes.            
 
Os destaques do elenco são a atriz italiana Lea Massari, que mostrou talento e sensualidade no papel de Clara Chevalier, e Benoît Ferreux, que estreou no cinema interpretando o jovem Laurent, filho de Clara.      
 
Confira abaixo mais detalhes do filme e sobre o diretor Louis Malle. 
 
 24/10, às 19h30 – “O Sopro do Coração” Le Souffle au Coeur (França, 1971) 
  
Direção: Louis Malle. Elenco: Lea Massari, Benoît Ferreux, Daniel Gélin, Michael Lonsdale, Ave Ninchi. Legendado. Duração: 118 min. Comédia/Drama. Classificação etária: 16 anos.  
  
Sinopse22444
Laurent, de 15 anos de idade, vive em Dijon no seio de uma família burguesa de tradições rígidas. Não se dá muito bem com seu pai, nem com seus irmãos. É apaixonado por sua mãe, Clara, mulher que está cansada do marido. Laurent está na adolescência, uma fase da vida em que tudo é revolta e se iniciam as experiências sexuais.
 
Depois de uma escarlatina, ele contraiu um problema no coração e vai se tratar em uma estação climática, acompanhado de sua mãe. Longe de casa, com todo o tempo só para eles, aprofundam essa relação de paixão que os une. 
  
Louis Malle
 
Louis Malle nasceu em Thumeries (França), no dia 30 de outubro de 1932. Formou-se em Ciências Políticas, na universidade de Sorbonne, mas foi no cinema que se revelou para a França e para o mundo. No início da carreira, foi assistente do cineasta Robert Bresson e do pesquisador submarino Jacques Cousteau, com quem dirigiu o documentário “O Mundo do Silêncio”, vencedor da Palma de Ouro em Cannes, em 1956.
 
Ele dirigiu trinta longa-metragens, construindo uma carreira cinematográfica sólida, retratando filmes com temas polêmicos, críticos aos valores burgueses do século 20. Nos seus filmes, há temas como o suicídio (Trinta Anos Esta Noite, 1963), a liberação feminina (Os Amantes, 1958), o incesto (O Sopro do Coração, 1971) e a pedofilia (Menina Bonita, 1978). Suas obras sofreram, inclusive, cortes da censura.
 
Malle foi um dos poucos diretores franceses bem sucedidos em Hollywood.  Morreu em Beverly Hills (Estados Unidos), no dia 23 de novembro de 1995, vítima de um câncer.   

Serviço:
“Cine Clube MuBE” – Especial Louis Malle (filme “O Sopro do Coração”)   – MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) – Auditório Pedro Piva – 192 lugares – Rua Alemanha, 221, Jardim Europa -Informações: (11) 2594-2601 – Entrada Gratuita – Classificação etária: 16 anos

Possui: acesso para pessoas com deficiência e restaurante no local

Deixe um comentário